11/05/2012

Guarda Truck Center

«A Câmara Municipal da Guarda prevê lançar, no último trimestre deste ano, o concurso público internacional para criação de uma Área de Apoio (com a designação técnica de Truck Center Guarda) para a Plataforma Logística de Iniciativa Empresarial (PLIE).


Vítor Santos, vereador responsável pelo Pelouro das Actividades Económicas, referiu ao Jornal A Guarda que o projecto de arquitectura está elaborado e a autarquia aguarda pelas especialidades, que deverão ser entregues em Maio, para depois proceder ao lançamento do concurso internacional para realização e exploração do espaço. “O projecto é aquele que nós damos aos concorrentes, é um projecto de chave na mão”, referiu o autarca, considerando tratar-se de um “projecto âncora para a consolidação” da PLIE.

O perímetro de intervenção do Truck Center Guarda é de 26.700 metros quadrados e a área de construção de 2.100 metros quadrados. O projecto contempla a construção de um posto de abastecimento de combustíveis (edifício de apoio, loja de conveniência, escritório, armazém, instalações sanitárias, snack-bar, restauração, ilhas de abastecimento de combustíveis, parqueamento de “MOBI-E” e fornecimento de energia a veículos eléctricos, estacionamento para clientes, etc.), lavagem de viaturas (edifício com máquina de lavar veículos pesados, jet-wash em regime de self-service com duas boxes de lavagem e zona de aspiração com dois aspiradores), oficina de serviços rápidos, edifício de pernoita de motoristas e estacionamento público (66 lugares de estacionamento para veículos pesados, 8 lugares para veículos pesados com protecção anti-furto, 10 lugares de estacionamento para pesados de transporte de matérias perigosas e cerca de 70 lugares para veículos ligeiros).

O vereador Vítor Santos também indicou que o Departamento de Planeamento, Urbanismo e Obras da autarquia está, neste momento, a executar o projecto de arquitectura do futuro Centro Tecnológico e Logístico da Guarda.
O edifício vai ter uma área destinada a incubadora de empresas, outra de apoio à gestão da PLIE, auditório e serviços de apoio. Explicou que o projecto será executado pela própria Câmara Municipal e que “a previsão é ser candidatado, posteriormente, a um programa específico ou enquadrável, dentro de uma candidatura”.
“Até final do ano pensamos ter o projecto completo e com custos indexados”, vaticina o responsável pelo Pelouro das Actividades Económicas.

Ainda de acordo com Vítor Santos, neste momento, estão instaladas 20 empresas na PLIE, que operam em diferentes áreas da logística, construção civil e obras públicas, produtos de higiene e agrícolas, energias renováveis, reciclagem de papel, projectos florestais, fabrico e reparação de peças e componentes metálicos, entre outros.
Recorde-se que a PLIE, localizada na zona da Gata, nas proximidades da cidade da Guarda, disponibiliza um total de 196 lotes e está inserida na Rede Nacional de Plataformas Logísticas, contemplando áreas de transportes/logística, localização empresarial, inovação tecnológica e de apoio e serviços.»

In: Jornal a Guarda 3/5/2012

Sem comentários: