28/01/2012

Assim é que se promove!

Os montalegresnses estão mais uma vez de parabéns pela forma eficiente como promovem a sua terra e os seus produtos, este vídeo já anda por aí a circular:



E já não é a primeira vez que os transmontanos de Montalegre se evidenciam nos média dando grande visibilidade e benefício à sua terra:



Infelizmente por cá os agentes de promoção da região não têm tido o mesmo sucesso nem conseguido a mesma visibilidade - mesmo quando comparados com uma vilazinha nos confins de Trás-os-Montes.
Por cá engarrafa-se ar - entre outras acções de criatividade e originalidade discutíveis e de impacto nulo na ecónomia regional.

A situação é tanto ou mais chocante quando pensamos que a cultura e os seus agentes deveriam estar ao serviço da promoção da nossa gente e da nossa terra, especialmente nesta altura de crise, desemprego e baixos salários.
Alguns destes agentes são mesmo autenticos priviligiados e deveriam por isso retribuir à sociedade aquilo que dela recebem ...

26/01/2012

Roubam-nos tudo

O município da covilhã decidiu usar o poema «Balada da Neve» escrito na Guarda sobre a Guarda, pelo grande Augusto Gil para se promover junto dos turistas ignorantes...


A coisa é tão grave que o lisboeta comum pensa que o queijo da Serra da Estrela e o cão do mesmo nome, bem como a neve que é característica da nossa alta terra ( Distrito da Guarda, na Beira Alta) têm alguma coisa a ver com Castelo Branco, com a região da Beira BAIXA e com uma sub-região chamada COVA da beira e com povoações com nomes tão elucidativos como COVILHA e FUNDÃO.

16/01/2012

O mentiroso milionário

"EU NEM SOU PSD" - Disse  Catroga, após a recente polémica da sua milionaria nomeação para chairman EDP...

----------


Acontece que em 2005 no jornal Público vem escrito preto no branco que Catroga é um dos 33 novos militantes do PSD que entraram na era de Marques Mendes...

Mas será que esta gente pensa que somos todos burros, ou que andamos a dormir?!?







Visto originalmente em: www.arrastao.org

07/01/2012

Ideias enfrascadas - actualizado

Há ideias que apesar de estapafúrdias e risíveis têm no entanto a qualidade de chamarem a atenção sobre determinado assunto dada a sua inata originalidade - este parece ser o caso da ideia de engarrafar o ar da Guarda.

Todo o acto de criação  tem o seu mérito subjectivo, e merece respeito pela originalidade e pelo esforço criativo que implica. É precisamente por este facto que existem os direitos de autor - e quando estes são quebrados, a respectiva punição.

Não digo que por vezes não possam existir processos criativos confluentes em tempos diferentes, mas por isso mesmo toda a criação deve implicar alguma pesquisa prévia e referencia bibliográfica se for caso disso.

Isto tudo para simplesmente referir que a ideia original de engarrafar o ar da Guarda aparece pela primeira vez descrita na obra «O ALFA DAS 10:10» do autor José Carlos Moreira segundo relata o mesmo no seu blog.

Não quero pois,  insinuar que tenha existido algum intuito de plagiar a ideia de José Moreira, apenas desejo sublinhar que a ideia não parece ser original.
Refere o autor no supracitado blog:

«Duas estações televisivas davam notícia de que o Teatro Municipal da Guarda (TMG) estaria a comercializar o ar puro da Guarda, em frascos devidamente embalados. Afirmavam que se tratava de uma iniciativa "original".[...]  

Voltemos ao ar engarrafado, ou será melhor dizer enfrascado? A ideia tem duas vertentes, que acabam por entroncar na mesma origem, a saber: a ideia é excelente, mas não é original. Não é original porque é minha, e é excelente pela mesmíssima razão.»

Está pois lançada a polémica ...

------------------------------------- Actualização

Após nova consulta do mesmo site verifiquei que de facto o TMG tinha já efectuado acções do mesmo tipo prévias ao lançamento do livro supracitado.

Com efeito após alguma discussão verificou-se que ambos chegaram à mesma ideia por vias diferentes, a mesma ideia que curiosamente um francês já havia tido no início do século passado, mas nesse caso para engarrafar o ar de Paris.

Percebe-se assim as coincidências: é que nem um nem outro tiveram uma ideia totalmente original...

05/01/2012

Mª do Carmo Borges presidirá Cruz Vermelha da Guarda

«Maria do Carmo Borges, ex-Presidente da Câmara e ex- Governadora Civil do distrito da Guarda, vai ser a nova Presidente da Delegação da Cruz Vermelha da Guarda.

Maria do Carmo Borges, ex-Presidente da Câmara e ex- Governadora Civil do distrito da Guarda, vai ser a nova Presidente da Delegação da Cruz Vermelha da Guarda.

O ainda presidente da instituição, Herculano Martins, não tem dúvidas de que a Cruz Vermelha da cidade, vai ficar em boas mãos. Maria do Carmo Borges é a partir de sexta-feira a nova Presidente da Delegação da Cruz Vermelha da Guarda.

Por motivos de saúde, Herculano Martins decidiu deixar o cargo, que ocupou durante cerca de cinco anos. Sobre a pessoa que o vai substituir, Herculano Martins não citou uma única vez o nome de Maria do Carmo Borges, limitou-se a dizer que, a instituição vai ficar em boas mãos.

Segundo o actual presidente da instituição, a falta de voluntários e de uma sede, tendo em conta que continuam a pagar uma renda mensal, são situações preocupantes, para a Cruz Vermelha da Guarda.»

In: www.rci.pt