21/07/2011

À Grande e à Italiana

Um informático precário conhecido como Spider Truman que trabalhava no parlamento italiano resolveu dar com a língua nos dentes e começou a "desbobinar" alguns interessantes factos que por lá se passam através do seu facebook e blog :

I) Cartão de Imunidade Rodoviária
Os deputados italianos, seus parentes e amigos possuem um cartão que lhes confere imunidade rodoviária total.
Ou seja os portadores do referido cartão estão imunes ao controle da polícia de trânsito, radares,  multas de estacionamento e demais controles rodoviários aplicados ao comum dos cidadãos, bastando para isso apresentar o distintivo.
O cartão é valido independentemente do veículo e condutor que o possuam, bastando para isso que o senhor deputado o empreste a quem entender.
Segundo relata Spider Truman o cartão terá já sido utilizado por menores de idade - filhos ou familiares de deputados - não habilitados a conduzir, que circulam por vezes a 180 km/h e que chegam a estacionar nas passadeiras.
Se a multa não for presencial, basta ao sr. deputado escrever um pequeno requerimento a favor do sancionado.

II) Tarifários para Deputados
Com o cartão de deputado é possível dirigir-se a uma loja de telemóveis e adquirir um equipamento com tarifário especial, que em certas chamadas chega a ser 0,3 cêntimos por minuto! - ou seja 3 minutos de conversação poderão custar menos de 1 cêntimo nesta modalidade vedada ao comum dos mortais.
Obviamente que o deputado poderá adquirir quantos equipamentos desejar e oferecê-los a quem bem entender - família, amigos, amantes...


No caso dos automóveis também existem alguns descontos para parlamentares que em alguns casos podem chegar a 20% do preço de venda ao publico!

Os voos na Alitalia para parlamentares e familiares são gratuitos, apesar disso os beneficiários acumulam (muitos) pontos tal como um cliente normal, mas para que querem eles esses pontos? - é simples - para oferecer a amigos que também queiram viajar à borla.

III) Cartões de presença descartáveis
Alguém tentou impor uma penalização aos deputados que não comparecessem a todos os plenários para votação, no entanto quando a lei foi redigida a penalização no salário do deputado (14 000 €/mês) ficou apenas estabelecida para quando estes tivessem uma assiduidade inferior a 30% das sessões.
Como ainda assim havia alguns insatisfeitos foi implementado um sistema de cartões descartáveis à entrada do parlamento para a eventualidade do sr. deputado se "esquecer" do seu cartão em casa, permitindo assim que um amigo marque a sua presença com mesmo. Segundo Spider Truman há deputados a validar a "presença" de 8 companheiros de bancada através deste sistema.

IV) O deputado que é Senhorio do Parlamento
O parlamento italiano funciona em vários edifícios históricos, entre eles existe um cujo feliz proprietário é um dos deputados que por sua vez o arrenda pela módica quantia de 25 000 000 €/ano ao estado italiano.
O deputado-senhorio adquiriu o palácio em questão pouco tempo antes de ser decidida a sua utilização ao serviço do parlamento. Como não tinha capital suficiente para a aquisição contraiu um empréstimo que paga com parte da renda do mesmo.
Segundo consta existem no seu interior gabinetes com menos de 10 metros quadrados e o estado de conservação é mau. Mas nada que aflija os parlamentares já que se trata de um edifício secundário destinado ao secretariado e não aos deputados.

V) Seguro anti-furtos do parlamento
Segundo o novo herói de Itália o parlamento Italiano é dos locais mais perigosos a nível de furtos:
é que existe um seguro que cobre todos os furtos que ocorram no parlamento, quer seja a bens de parlamentares, familiares ou amigos. Se o parlamentar quiser adquirir um portátil ou um telemóvel topo de gama basta chamar a polícia para registar o suposto roubo e accionar o seguro para que este pague o equipamento ou item roubado.

VII) Escolta armada
Através de uma nova legislação os deputados podem requerer ao ministério do interior uma escolta armada para a família e o próprio. Na prática estes homens acabam por ser motoristas das mulheres dos deputados durante o dia e por passar noites inteiras à espera dos deputados que se deslocam a casa das suas amantes.

VII) 9 Cabeleireiros para o parlamento
O parlamento contratou recentemente os serviços de 9 cabeleireiros através de concurso público. Estes profissionais altamente treinados chegam a atender 2 e 3 clientes num dia! Curiosamente os mesmos têm um sotaque da mesma província do presidente da assembleia.
O aspecto mais gratificante deste trabalho é o salário auferido por cada um: 11 000€ por mês.

O Spider Truman - cuja identidade se desconhece - é já considerado o Assange italiano, e tem feito furor no facebook ao expor estes e outros interessantes factos da actividade parlamentar em Itália.
O mais chocante é que enquanto convivia com todos estes factos o informático trabalhava como precário sem quaisquer direitos por um mísero salário mensal de 800 €...

É caso para dizer que ao pé disto os nossos deputados são uns MENINOS.

Sem comentários: